Felicidade

felicidade

Todo mundo que acompanha o meu trabalho sabe que praticamente todos os meus textos possuem conteúdos relacionamentos à autoestima, mas durante este final de ano refleti muito sobre as coisas “externas” que influenciam muito neste processo. E isso me fez perceber que sempre que pensamos que as respostas estão externas a nós descobrimos que não estão. Elas nunca estarão em coisas, pessoas ou situações. Já parou para pensar sobre o que te traz felicidade?
.
Por muitos anos da minha vida acreditei que seria feliz quando tivesse determinada formação acadêmica, algumas coisas materiais, resumindo, sonhos almejados. Então quando eu alcancei o que almejava, a vida me mostrou que eu queria outras coisas. É sempre assim. E isso me faz perceber que a resposta nunca está no externo. Não me interpretem mal. Óbvio que temos que ter metas e planos, mas o caminho é tão fundamental quanto a conquista.

Vou te dar um exemplo prático do assunto abordado no último post: a tão sonhada felicidade. Se você não é casada e nem tem filhos, talvez imagine que será extremamente feliz quando tiver estas coisas. Quando a meta é algo externo, o vazio sempre continua presente. Não quero dizer que isso não traz felicidade, mas que primeiro você é feliz e, então, todas as coisas que te cercam COMPLEMENTAM a sua felicidade.
.
Primeiro você se torna a pessoa que gostaria de ter ao seu lado e então, automaticamente, as pessoas com quem deseja conviver irão querer estar próximas a você. Isso se chama afinidade!
.
Que tal começar a se descobrir? O que te deixa feliz? O que você gosta de fazer sozinha?

Pensamos que vamos ser feliz quando tivermos dinheiro o suficiente, o amor que até então não está sendo correspondido, o reconhecimento no trabalho. Mas lembre-se o caminho da felicidade é belo e, principalmente, CONSTANTE!
.
É sua a responsabilidade de te fazer feliz, jamais delegue isso a alguém, porque nada externo será capaz de te preencher tão bem quanto você mesma.
.
Óbvio que é impossível ser feliz em todos os momentos da sua vida. Então, caso o momento que você está passando seja de dor, lembre-se da brilhante frase de Schopenhauer: “somente através da dor é que criamos consciência”. Às vezes a vida esconde dádivas nos locais de maior escuridão!
.
Aprecie os seus momentos de tristeza tanto quanto os momentos de felicidade. Para ter mais momentos de felicidade só depende de você e de como você escolhe encarar tudo o que te acontece.

Para saber mais sobre atendimentos e mentorias

https://jessicafayer.com/agendar-consulta/

.

NÃO ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO CANAL

Siga-me nas minhas redes sociais!!

➜ Instagram: https://www.instagram.com/jessicafayerpsicologia/

➜Youtube:https://www.youtube.com/channel/UCtn-Dk-DixhOtcSZR-Mmryw?view_as=subscriber

➜Podcast:

Compartilhe

Jessica Fayer - Psicóloga Online

Jessica Fayer

Psicóloga, Mestre em Saúde pela Faculdade de Medicina (UFJF) e Especialista em Saúde Mental, Políticas Públicas e Gestão Governamentala

Saiba mais
© 2022 Jessica Fayer. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec