Fome Emocional

fome emocional

Já ouviu falar do termo fome emocional? Ansiosos de plantão vão saber do que eu estou falando. É quando você acaba de almoçar e sente fome ou quando, aparentemente, não tem “nada para fazer” e logo ocupa esse tempo ocioso comendo.
.
É fundamental que você comece a perceber qual a relação entre o que você está sentindo e a comida. Por exemplo, ansiedade, tristeza, solidão, tédio… E a quantidade de comida que tem ingerido ou o seu nível de saciedade após comer. O problema disso é que, após comer por ansiedade, talvez você tenha a tendência de se sentir ainda pior ou já que “extrapolou” na comida um dia, engatar neste comportamento e ter mais dificuldade de se alimentar de forma saudável e equilibrada novamente.
.
Fome emocional é quando usamos a comida para nos sentir melhor ou para tentar nutrir necessidades emocionais. Por exemplo, já se pegou pensando: “hoje eu estou triste, então mereço comer um pote de sorvete”, ou “hoje eu estou comemorando ou estou estressado, por isso vou comer tudo o que puder”. A grande maioria de nós já fizemos isso e algum momento, a questão é com que frequência este comportamento aparece. Se identificou?!

Tenho pesquisado muito sobre o Mindfull Eating, que é, basicamente, a ideia de comer de forma mais consciente. Consciente não apenas sobre qual alimento você está ingerindo (se é um alimento saudável, nutritivo ou não), mas consciente em todos os aspectos da alimentação, por exemplo cheiro, textura, paladar e, principalmente, quantidade e saciedade.
.
Vale lembrar, fome emocional NÃO é saciada com comida! É importante que você trabalhe através da terapia o que essa “fome” está te distraindo de pensar a respeito. É importante que você tenha consciência e acolhimento do que você está sentindo. Afinal, os sentimentos que te levam a comer em excesso ainda estarão dentro de você, então é necessário que você pense e elabore algo a partir disso.

Continuando o assunto desta série de posts sobre fome emocional, seguem algumas dicas para avaliar e modificar o seu comportamento a partir da reflexão quando a “fome” bater:
.
Atenção plena (mindfulness, no inglês) sobre a sua alimentação, que significa autorregular a sua atenção no momento presente. Constantemente nossa mente está vagueando sobre coisas que temos que fazer ou remoendo ações que tomamos no passado. Que tal tentar este exercício de focar sua mente no que você está comendo e na sensação que isso te provoca?
.
Comece a exercitar sua percepção sensorial de tudo que está a sua volta e o se passa no seu corpo, criando uma “conexão” com o momento presente. Por exemplo, o que você sente quando está comendo? Me conta aqui nos comentários ou me mande uma mensagem. Vamos descobrir o que a sua mente quer te dizer com este comportamento.

Para saber mais sobre atendimentos e mentorias

https://jessicafayer.com/agendar-consulta/

.

NÃO ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO CANAL

Siga-me nas minhas redes sociais!!

➜ Instagram: https://www.instagram.com/jessicafayerpsicologia/

➜Youtube:https://www.youtube.com/channel/UCtn-Dk-DixhOtcSZR-Mmryw?view_as=subscriber

➜Podcast:

https://open.spotify.com/show/5XXIFL13pkaT7bjGtU7MfI?si=ESU7-597Raa1uZwG6ExMQA&dl_branch=1&nd=1

 

Compartilhe

Jessica Fayer - Psicóloga Online

Jessica Fayer

Psicóloga, Mestre em Saúde pela Faculdade de Medicina (UFJF) e Especialista em Saúde Mental, Políticas Públicas e Gestão Governamentala

Saiba mais
© 2022 Jessica Fayer. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por CriaTec